ENTENDA A IMPORTÂNCIA DA SEGURANÇA NO TRANSPORTE DE CARGA

Um dos aspectos mais importantes na gestão de transportadoras tem relação com o risco ao qual estas empresas estão sujeitas durante a sua operação. Por isso, a preocupação com a segurança no transporte de carga está sempre presente no cotidiano de gestores e profissionais da área.

Isso ocorre devido a sua abrangência, pois a falta de segurança pode manifestar-se desde a etapa de armazenagem até a entrega da carga. Por esse motivo, as empresas têm investido pesado em medidas preventivas para solucionar esse obstáculo.

Preparamos este conteúdo para demonstrar como a segurança é um requisito essencial para que a sua empresa possa atuar neste segmento. Continue lendo e descubra mais a respeito do seu impacto na operação logística.

Roubo de cargas: cenário atual no Brasil

A Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística (NTC&Logística) divulga anualmente o panorama do transporte rodoviário de cargas no Brasil. Entre diversos temas abordados, o roubo de cargas recebe atenção especial devido ao seu impacto no desempenho e na rentabilidade do setor.

Considerando que a logística é uma atividade estratégica para o escoamento na produção, desde produtos agrícolas até a indústria farmacêutica, é vital entender os seus riscos. O estudo divulgado recentemente descreve a incidência de ocorrências registradas em 2019, que ultrapassou a marca dos 18 mil casos nas estradas brasileiras.

Contudo, foi observada uma redução de aproximadamente 17% se comparado com os resultados registrados em 2018, quando o total chegou a 22.200 casos. Ainda assim, o prejuízo sofrido pelo setor totalizou cerca de R$ 1,4 bilhão. Essa é uma perda que afeta toda a economia e, principalmente, enfraquece a relação com os clientes.

Também foi divulgado que a região Sudeste apresentou o maior número de incidentes sendo que os estados de São Paulo e o Rio de Janeiro lideram o ranking com o maior número de casos.

Segurança na cadeia de distribuição logística

Em seu sentido mais amplo, o processo de implementação de práticas de segurança envolve a cadeia de suprimentos em sua totalidade. Isso quer dizer que as atividades de armazenagem, expedição e transporte devem ser otimizadas com o intuito de minimizar riscos.

A trajetória de um produto começa dentro do galpão do fabricante, com isso, podem ocorrer imprevistos como: n

  • danos durante a movimentação interna;
  • retrabalho para substituir mercadorias avariadas;
  • deterioração por causa de acondicionamento incorreto;
  • acidentes de trabalho devido à falta de treinamento e equipamentos de segurança;
  • acidentes causados por erros de manuseio de máquinas empilhadeiras e paleteiras.

Além disso, devemos considerar a etapa de embarque e desembarque no veículo. É fundamental contar com equipamentos adequados de acordo com o peso e as dimensões das mercadorias.

A fase de transporte requer atenção em maior escala, pois ainda há danos que podem ser ocasionados quando a mercadoria se movimenta dentro do compartimento de carga. Por isso, a amarração e organização do veículo é uma iniciativa que evita problemas durante o percurso.

Importância da segurança no transporte de carga

Já mencionamos como o setor logístico tem um papel estratégico na distribuição de mercadorias. Já não é possível imaginar a comercialização de produtos sem incluir algum tipo de serviço de transporte.

E nesse caso, o transporte rodoviário se destaca como o principal modal adotado. Sob esse ponto de vista, a produtividade da logística requer que fabricantes abasteçam seus clientes com matérias-primas de forma planejada. Com isso, a indústria também é capaz de enviar a sua produção com agilidade aos seus distribuidores ou diretamente ao cliente final.

Estratégias para ampliar a segurança no transporte

Quando a logística cumpre o seu papel toda a cadeia produtiva é beneficiada em escala local e global. Para alcançar esse resultado é fundamental investir em formas de inibir o aumento dos custos causado pela perda de mercadorias e danos à carga durante o transporte.

Adote um sistema de monitoramento da frota

Cada veículo representa um investimento de valor elevado que possibilita a execução das atividades logísticas. Além disso, produtos como equipamentos eletrônicos e medicamentos são consideradas cargas visadas, pois podem ser revendidas com facilidade ilegalmente.

Por esse motivo, as empresas tendem a buscar soluções tecnológicas para proteger este patrimônio. Um dos recursos mais usados devido à sua confiabilidade e custo-benefício são sistemas de rastreamento que:

  • demonstram a localidade do veículo em tempo real;
  • registram um histórico do trajeto seguido pelo motorista;
  • ajudam a recuperar a carga e o veículo em caso de roubo;
  • permitem acompanhar o comportamento do condutor enquanto dirige;
  • possui acionamento de mecanismos de proteção como botão do pânico e bloqueio remoto do veículo.

Todas essas medidas contribuem para minimizar o risco de incidentes durante o processo de movimentação de mercadorias.

Adquira apólices de seguro

Enquanto um sistema de rastreamento é considerado uma providência de caráter preventivo, um seguro de transporte de carga é uma ação corretiva. Além dos seguros que são considerados obrigatórios para as transportadoras é possível optar por adquirir uma proteção adicional.

O seu objetivo é ressarcir a transportadora quando ocorrem danos, acidentes ou o extravio da mercadoria que estava sob sua responsabilidade. Também é possível expandir a cobertura em território internacional e, quando necessário, incluir o transporte multimodal.

A cobertura pode variar de acordo com o tipo de carga, as condições de acondicionamento e o modal de transporte. Por isso, a sua contratação é fundamental, pois destaca a importância de implementar diversos mecanismos de segurança ao mesmo tempo.

Muitas seguradoras optam por incentivar a contratação de sistemas de rastreamento, o que minimiza o seu risco e amplia as chances de recuperação da mercadoria extraviada.

Cuide da conservação do veículo

Para a conservação da frota, recomenda-se a criação de iniciativas voltadas para a manutenção preventiva. Muitas vezes, acidentes são causados em decorrência do estado dos veículos que estão em circulação.

Por isso, a periodicidade da troca de óleo é tão importante quanto à avaliação da rota de entrega. A manutenção preventiva tende a ser a opção mais econômica, pois possibilita a substituição de peças de acordo com as indicações do fabricante, e não quando o desgaste atingiu níveis perigosos.

Essa estratégia obtém resultados excelentes quanto à extensão da vida útil da frota e propicia a redução dos custos operacionais.

Use galpões em localidades acessíveis

Um dos principais motivos para a ampliação da área de atuação das transportadoras é a conquista de novas oportunidades de negócio. Por isso, quando a empresa dispõe de galpões para o escoamento de mercadorias é possível limitar o tempo de deslocamento nas estradas.

Assim, torna-se viável diminuir o tráfego em rodovias, onde há maior incidência de roubo de carga, e circular em vias mais seguras. Essa é uma medida que aproxima fornecedores e seus clientes por meio de uma ação mais rentável.

Por fim, o sucesso logístico depende do foco constante na qualidade dos serviços e na dedicação para otimizar a segurança no transporte de carga. Esse tipo de prática deve fazer parte do cotidiano das empresas que desejam ser reconhecidas em seus respectivos ramos de atuação.

Fonte: www.bloglogistica.com.br/

About the author: leticiamkt2020